quinta-feira, 24 de março de 2011

Amor na vida de um adolescente

                O primeiro amor na vida de um adolescente é algo importante. Porquê?

                Bem, se a pessoa for rejeitada, pode ficar traumatizada e ter receio de voltar a amar.
                Por outro lado, acho que um adolescente não ama, apenas tem paixonetas.
                Todos os adolescentes (ou quase todos) dizem que amam loucamente e que “tal” pessoa é o amor da vida deles. Estou contra!
                Na adolescência as hormonas entram em funcionamento e talvez isso faça pensar (aos jovens) que amam alguém.
                Agora vou falar sobre os amores platónicos na idade dos adolescentes. Isto é, que amam e choram e não vão ser mais felizes. Isto só faz com que se desconcentrem na escola e coloquem “palermices” na cabeça.
                Para mim o primeiro amor de um adolescente é um disparate, uma autêntica farsa. Talvez como uma doença passageira. Ou talvez um tipo de gripe.
                                                        
                                                                              Rita Sequeira, 9º B
Enviar um comentário