quinta-feira, 24 de março de 2011

Caixa mágica

            Um rapaz chamado Luís não gostava da escola, só desejava ser adulto…
            Até que, num dia de Verão, ele saiu de casa para ir à escola. Ia muito triste, pois não gostava nada da escola, não tomava atenção, nem fazia as actividades que lhe eram propostas na sala de aula.
            Quando as aulas acabaram, ele foi para casa. Viu-se ao espelho e pensou: eu só queria ser adulto para deixar a escola.
            No dia seguinte, uma mulher idosa chamou-o e ele foi ter com ela. A idosa deu-lhe uma caixa mágica e disse:
            - Meu menino, tens de ter muito cuidado com essa caixa, pois, se avanças no tempo, nunca mais podes voltar atrás. Não podes contar nada a ninguém.
            Ele guardou a caixa muito bem e entrou na escola. Puxou um bocadinho o fio da caixa e, quando se viu ao espelho, era um homem já com barba. O Luís cada dia puxava mais pela caixa. Casou, teve filhos. E voltou a puxar, até que os seus filhos eram já crescidos.
            Ele pensou: nem vi os meus filhos a crescer… Agora só quero ser novo outra vez.
            Ele tinha ido dar uma volta e viu a senhora que lhe deu a caixa. Pediu-lhe para voltar atrás.
            A senhora disse:
            - Agora vês que todos os momentos são brilhantes diamantes. A tua vida vai começar, não a desperdices!

                                                                                                                                          Bruno Saldanha, 8º C

Enviar um comentário