quarta-feira, 30 de março de 2011

Os teus lábios são como o papel,
Usa-se e deita-se fora.
Fico com o sabor a mel,
Quando me vou embora!

O tema é o poema,
Que te declaro todos os dias.
Assim como o macaco gosta de bananas,
Eu gosto de ti!

O teu olhar fez-me sonhar
O que é Amar?
Não sei como te dizer, sem te olhar!


Pedro Gualter, nº20
  Valentim Costa, nº22
8ºA
Enviar um comentário